Fifa quer mais gastos para a copa das Confederações.

As sedes não querem obedecer a Fifa

Uma lista de 4 900 exigências apresentadas pela Fifa é a mais nova fonte de atrito entre a entidade e as sedes da Copa das Confederações. A Fifa quer a instalação de vários equipamentos provisórios nos estádios para a competição, como geradores de energia, aparelhos de raio-X, tendas de hospitalidade e cabeamento para redes. O problema é a conta salgada para cumprir os requisitos — cerca de 100 milhões de reais por cidade. Em Pernambuco, por exemplo, o Ministério Público já notificou o governo para não atender a Fifa. As sedes agora tentam reduzir as exigências e querem que a União assuma parte dos gastos.

Por Lauro Jardim