Em vídeo, Mr. Catra culpa chuva por atraso em show de Bebedouro, SP

Cantor de funk promete agendar nova apresentação na cidade.
No fim de semana, público se irritou com demora do artista e causou tumulto.

Mr. Catra fala sobre confusão em show de Bebedouro (SP) (Foto: Divulgação)

Mr. Catra fala sobre confusão em show de
Bebedouro (SP) (Foto: Divulgação) 

O cantor Mr. Catra divulgou um vídeo em que culpa um temporal na cidade de Adamantina(SP), pelo atraso que resultou em confusão antes de uma apresentação em Bebedouro (SP), na madrugada de domingo (29).

Nas imagens enviadas pela assessoria do cantor ao G1, o funkeiro alega que o avião que o levaria até o local só pode decolar quando a chuva parou por alguns instantes e que sua equipe manteve contato com a empresa organizadora do evento o tempo todo. “Se eles quiseram empurrar com a barriga o problema é deles, eu fiz o meu papel”, disse.

Catra ainda afirmou que colocou sua vida e a de sua equipe em risco por respeito ao seu público e que fará um novo show no município. “Considero meu público e irei fazer um show em Bebedouro para quem curte meu som e pagou”, afirmou.

A assessoria de imprensa do artista declarou por telefone que o horário do show não está estipulado em contrato e que sua divulgação cabe apenas aos organizadores do evento.

Entenda o caso

O show no qual o cantor Mr. Catra se apresentaria, neste sábado (28), no sambódromo de Bebedouro (SP), terminou em tumulto após o funkeiro chegar com quatro horas de atraso ao local do evento.

No início da madrugada de domingo (29), alguns dos 1,8 mil fãs que aguardavam o artista se irritaram com a demora e começaram a quebrar garrafas, tendas e a atirar objetos no palco.

O empresário Derick Calil, de 26 anos, gravou da janela do seu escritório parte do tumulto. “Neste vídeo consta apenas um fragmento de todo o tumulto, onde a área VIP foi depredada, porém, outros atos de vandalismos ocorreram no ambiente, como a quebra de banheiros químicos, aparelhagem de som e a estrutura de isolamento do evento. Os seguranças, suprimidos pela quantidade de pessoas amotinadas, foram forçados a sair de suas posições para preservar a própria integridade”, comentou em mensagem enviada ao G1.

O promotor do show, Danilo Rezende, confirmou o tumulto e o atraso do cantor. Ele afirmou que a organização pagou R$ 41 mil ao artista que deveria se apresentar até a meia-noite de sábado. “Ele desembarcou no aeroporto de Barretos (SP) às 3h50 do domingo, conseguimos chegar com ele em Bebedouro às 4h15, mas já era tarde. Tinham quebrado tudo”, contou.

Rezende ainda disse que houve desentendimento com a equipe do músico. “Ele até falou que voltaria para fazer um show sem cobrar, mas nós não queremos. Isso não se faz, faltou humanidade. Vamos ver se contratamos outro artista”, disse.

O promotor contou  que conversaria com advogados para estudar a melhor forma de ressarcir o público que pagou entre R$ 20 e R$ 80 pelos ingressos. “Devolver o dinheiro é difícil, porque não dá para saber quem estava lá. Estamos estudando uma forma”.

Avião antes da decolagem em Adamantina (SP) (Foto: Divulgação)Avião antes da decolagem em Adamantina (SP) (Foto: Divulgação)
As informações são do G1.

Celular LG Neosmart X335 / Dual Chip / Quadriband / MP3 Player - COD. x335Celular LG Neosmart X335 / Dual Chip / Quadriband / MP3 Player – COD. x335R$ 

Anúncios