Flamengo espera rescisão de Adriano para agir

Time carioca aguarda o desfecho do atacante com antigo clube para poder conversar

O Flamengo tomou uma decisão em relação à investida no sentido de contratar Adriano. Espera que o atacante rescinda seu contrato com o Corinthians, que deve acontecer nos próximos dias. “Pelo que eu soube, a rescisão de Adriano com o Corinthians vai ser realizado até o final da semana”, garantiu Valter Oaquim vice presidente de relações externas do Flamengo em entrevista ao band.com.br. nesta quinta-feira. “Antes disso não vamos tomar nenhuma atitude”.

O dirigente reiterou que o time carioca tem mesmo interesse no jogador. “Surgiu um boato que o Flamengo tinha desistido do Adriano. Isso é uma grande mentira”, esbravejou. “Temos todo o interesse nele. Vamos colocar toda a estrutura do Flamengo à sua disposição como departamento médico, fisioterapia, se quiser também a parte psicológica. Ninguém desaprende a jogar futebol”, sentenciou.

Valter Oaquim até defendeu o atacante, que na semana passada foi flagrado em Búzios, litoral norte, cometendo alguns exageros em relação a bebida e comida. “O que tem demais o Adriano estar com a sua namorada bebendo chopp? Seria preocupante se ele tivesse bebido 300 chopps. Isso é outra coisa. Acho o que a imprensa faz é um grande  absurdo, uma violação de liberdade”.

Para Oaquim, Adriano continua bem em seu conceito. “Isso não atrapalha em nada na contratação do Adriano. Se fosse assim, nenhum jogador de futebol podia beber e isso é muito difícil”, destacou. “Esse tipo de manchete só acontece porque o Flamengo tem interesse e ganha uma dimensão maior”.

Pela rescisão contratual, Adriano espera receber R$ 1,8 milhão, mas o Corinthians estaria disposto a pagar a metade, R$ 900 mil. A diretoria jurídica do clube paulista não descarta a possibilidade de o caso ser resolvido na Justiça, já que no período em que Adriano estava se recuperando da contusão no tendão de Aquiles, ele acabou faltando em várias sessões de fisioterapia e aos treinos, o que poderia acontecer a dispensa por justa causa.

As informações são da Band.