Dia triste: três ciclistas morrem atropelados no Brasil

Sexta-feira de luto para o Brasil. Três ciclistas morreram atropelados hoje, um em São Pauloum em Brasília e outro na Região Metropolitana de Belém. Nos dois primeiros casos, os atropeladores foram motoristas de ônibus. Cicloativistas de todo o país estão organizando uma Bicicletada Nacional para a semana que vem como forma de protesto e tentativa de conscientização. É sempre bom lembrar que uma cidade mais segura para ciclistas também é mais segura para pedestres.

No caso de Brasília não há informações sobre a causa do acidente, mas a foto do Correio Braziliense (acima) sugere que o ônibus tenha fechado o ciclista. Em Belém o ciclista foi atingido no acostamento por um caminhão caçamba que teria sido forçado a desviar de outro veículo. Mas pelo acostamento?

Em São Paulo, uma mulher pedalava por volta das 9h50 na Avenida Paulista quando foi atingida por um ônibus. Segundo a Folha de São Paulo, “ela estaria discutindo com um outro motorista de ônibus, gesticulando bastante, quando se desequilibrou e caiu embaixo da roda traseira de um segundo ônibus que vinha atrás, que faz a linha Sacomã-Pompeia, da companhia ViaSul”. Relatos dão conta que o motorista teria avançado o sinal, mas não está claro se o primeiro ou o segundo.

No site da Folha uma leitora faz o seguinte infeliz comentário: “É realmente necessário andar de bicicleta pelas vias mais movimentadas de São Paulo exatamente nos horários de pico?”. É curioso como não se questiona a forma selvagem como boa parte dos motoristas dirige – especialmente os motoristas de ônibus, acostumados a se impor no trânsito pelo tamanho do veículo, caso claro de “lei do mais forte”.

As informações são do O Globo.

5 comentários sobre “Dia triste: três ciclistas morrem atropelados no Brasil

  1. Na verdade discutia com um motorista de carro e caiu quando este jogou o veículo sobre ela. Caiu na rua e o ônibus não teve tempo de reagir =/
    Em SP teremos um encontro as 19 na Pça do cliclista e todos estão convidados.

  2. bicicleta é um veiculo como o onibus a diferença é que não tem motor e por não ser motorizado seria o transporte ideal para as grandes cidades pois não poluem, é necessário sim andar pelas vias mais movimentadas no horario de pico, por um acaso a cidade tem ciclovias nessas vias movimentadas??? e as ciclofaixas que em são paulo só funcionam de domingo e feriado… a avenida tem uns 10 metros de largura, curta pintar uma faixa de 1 metro para ciclistas, ja que existem corredores de onibus, pq nao podem existir ‘corredores de bicicletas’, a pergunta correta não seria se é necessário andar de bicicleta [só uma pessoa mto ignorante pra pensar assim] a pergunta é ” é necessário um onibus atravessar o farol vermelho?”

  3. Lamentamos profundamente as ocorrencias , não nos resta mais do que dizer …. que lamentável …. isso que eu vou sair agora do meu trabalho e andar 30 kms de bike …. Vamos aprender a nos ajudar e tomara que todos adotem esta idéia ….

  4. eu já desisti de protestar enquanto tivermos pessoas com tal mentalidade da moça criticando o uso da bicicleta em horário de pico. Comprei uma mercedes classe C na Alemanha por 3 mil euros e lá eu prefiro a bike. Coitado desse povo, paga uma fortuna para andar de carroça e quem se opor com outro meio de transporte é criticado e morto… dá pena

Os comentários estão desativados.